Biografia de Fanny de Beauharnais

Fanny de Beauharnais, nascida Marie-Anne-Françoise Mouchard de Chaban (1737-1813) era a filha de Anne-Louise Lazure e François-Abraham-Marie Mouchard, escudeiro e encarregado das finanças da província de Champagne. Tinha 2 anos quando sua mãe faleceu, mais tarde estudou em um convento, recebendo uma educação reservada as meninas da aristocracia.

Escreveu alguns poemas, peças de teatro, ensaios e romances. Foi uma feminista, assim como Olympe de Gourges, escrevendo prefácios como Épitre aux femmes e Épitre aux hommes em que defende as escritoras como “mulheres que fazem algo de maneira independente e que sabem pensar”, o que antes era uma atividade realizada por homens. Colette Piau-Gillot resume em um comentário os ideais da escritora: “Fanny ao longo de sua vida literária, defendeu o estatuto das mulheres autoras para obter o direito de falar em nome de todas as mulheres.”

Tradução de À tous les penseurs, salut!
Trecho de A tous les penseurs, salut!

Verbete publicado em 09/10/2016 por
Narceli Piucco
Marie-Hélène C. Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s